Day Off

Se o estresse durante o treinamento for intenso demais ou durar muito tempo, seu corpo não conseguirá se adaptar. Em vez disso, ele vai se deteriorar até atingir o estágio de exaustão. É nesse estágio que você se lesiona, se esgota e sofre com o excesso de treinamento. Correr torna-se desagradável e o seu desempenho diminui gradualmente, apesar dos seus esforços mais cuidadosos. Sua reação a esse desempenho menor pode ser treinar ainda mais arduamente, o que só acelera esse ciclo vicioso. Você pode ficar doente com mais freqüência, perdendo muitas semanas de treinamento.

A solução para evitar a exaustão é o gerenciamento de mudanças: você deve gerenciar cuidadosamente o estresse inicial e a adaptação. Até mesmo corredores experientes, com milhares de quilômetros de treino, devem estar cientes da constante necessidade de gerenciar as mudanças. Por exemplo, uma semana de folga representa mudança, logo o retorno às corridas deve ser gerenciado.  O inicio de uma nova fase de treinamento, talvez com mais exercícios de velocidade, requer o mesmo foco.

Pode não parecer, mas o descanso é uma parte essencial do seu treino, mas que muitas vezes é deixado de lado, ou até mesmo ignorado, pois muitos corredores vêem o “day off” como tempo perdido, um grande erro. O day off é necessário para reparar os traumas adaptativos musculares que surgem após um novo treino, Melhorar o seu desempenho na corrida, assim como te ajudar a evitar lesões. Por isso, o descanso entre um treino e outro é um assunto muito importante para todos os corredores, os dias em que precisamos de descanso. Existem dois tipos de descanso: pode ser passivo, ou seja, não realizar nenhuma atividade, ou pode ser ativo, que é a realização de uma atividade de uma forma mais leve.

Carnaval 015

Conhecido também como síndrome de super treinamento o overtraining, é o desequilíbrio entre o treinamento e a recuperação, ou seja, uma carga excessiva de estresse combinada com insuficiente regeneração. Essa síndrome pode levar ao cansaço e à fadiga muscular, dificultando os treinos e causando lesões. Um período maior de recuperação entre os treinos, mudanças na sobrecarga, alterações de intensidade são fundamentais para prevenir o overtraining.

overtraining