Promoção de Saúde

saude 3

“Promoção da saúde é um combinado de estratégias de assistência educacional e ambiental que encorajam comportamentos ou ações, individuais ou coletivas, as quais conduzem à saúde da população.”

A atividade física apresenta diversos efeitos benéficos ao organismo, sendo recomendada como uma estratégia de promoção da saúde para a população. Entretanto vários estudos apontam para um elevado índice de sedentarismo em várias faixas etárias, variando de 50% a 80%, isso em uma pesquisa feita em 2008.

As estratégias de promoção da saúde (tais como capacidade de construção; desenvolvimento comunitário; iniciativas econômicas e de instauração de políticas; educação para a saúde, orientação e desenvolvimento de habilidades; informação sobre saúde; marketing social) devem enfatizar mudanças nas condições de vida e trabalho da população, que por sua vez formam a estrutura dos problemas de saúde de uma sociedade.

saude 1

Muitos desses estudos atentam aos hábitos da atividade física, incorporados na infância e adolescência e em que alguns casos possivelmente possam transferir-se para idades adultas. De acordo com o Colégio Americano de Medicina Esportiva a aptidão física para a criança e adolescente deve ser desenvolvida como primeiro objetivo de incentivo a adoção de um estilo de vida apropriado com a prática de exercícios por toda a vida, com o intuito de desenvolver e manter condicionamento físico suficiente para melhoria da capacidade funcional e da saúde (ACSM, 2007).

Devem ser realizados programas escolares, projetos sociais, focando em mudanças na educação e do comportamento para incentivar o engajamento em atividades apropriadas não somente dentro das escolas. Professores de educação física, educadores físicos e profissionais da área tendem a se apresentar em um ato de extrema importância para auxiliar e nas formas de integrar outros aspectos a promoção da saúde (bons hábitos nutricionais, não fumar, o perigo das drogas relacionando o esporte, etc.) nas instruções relacionadas à saúde (ACSM, 2007).

A criança ou adolescente que é fisicamente ativo tem mais chance de se tornar um adulto ativo e se destaca no ponto de vista de saúde pública e medicina preventiva, a promoção da atividade física na infância e na adolescência tem um significado especial que é estabelecer uma base sólida para a redução do sedentarismo na idade adulta, contribuindo assim para uma melhor qualidade de sua vida.

Embora a prática de atividade física tenha sido considerada como comportamento saudável pelas sociedades de uma forma geral, a prova científica documental apontando os vários benefícios da prática de atividade física sistemática é relativamente recente.

Vários estudos epidemiológicos têm demonstrado que indivíduos fisicamente ativos vivem mais que indivíduos sedentários e têm menos propensão a desenvolver vários tipos de doenças crônicas incluindo doenças coronarianas, hipertensão arterial, diabetes do tipo 2, osteoporose, câncer do cólon, ansiedade e depressão. Além disso, estudos epidemiológicos e experimentais já demonstraram que a atividade física tem efeitos benéficos no metabolismo de lipídios, na pressão arterial, composição corporal, intolerância à glicose, sensibilidade à insulina, densidade óssea, e funções imunológicas e psicológicas.

saude 2

Então, façam dessa prática um hábito e vivam melhor! Bons treinos!

Be Sociable, Share!

Deixe uma resposta


*