Série Suplementos: BCAA

BCAA 1

É um grupo composto por três aminoácidos essenciais: valina, leucina e isoleucina. Entre outras características, são uma fonte primária de combustível para os músculos esqueléticos (constituem a maior parte da musculatura do corpo dos vertebrados, formando o que se chama popularmente de carne. Recobre totalmente o esqueleto e está preso aos ossos). A maior quantidade de estudos com BCAA deve-se ao quadro da fadiga central (redução do comando motor para o músculo, resultando num declínio no desenvolvimento da atividade). Sua utilização procura estabelecer que sua suplementação realmente atrase o início da fadiga. Isso os torna de especial valor e importância para atleta e praticantes de exercícios físicos.

Dentre muitas funções encontradas, estes aminoácidos trabalham em conjunto, já que estamos falando da cadeia ramificada.

BCAA

Isoleucina: Aumenta a resistência e diminui a fadiga muscular. Ajuda a restaurar e reparar tecidos musculares atuando no fechamento das microlesões, na cicatrização e reparação da pele. Esse aminoácido é especialmente importante, por que sua função primária no corpo é elevar os níveis de energia e ajudar o corpo a se recuperar de atividades físicas intensas. Isoleucina é necessário para a formação da hemoglobina.

Leucina: A Leucina serve para reparar músculos e aumentar a massa muscular, exemplo: idosos para melhorar a mobilidade física, diminuindo a velocidade da atrofia muscular própria da idade, regular o nível de açúcar no sangue e prover ao corpo mais energia. Ela também aumenta a produção do hormônio do crescimento e atua na queima de gordura visceral, que está localizada nas camadas mais profundas do corpo e responde menos a dieta e exercício.

Valina: A valina ajuda a promover o crescimento normal, reparar tecidos, regular o açúcar no sangue e fornecer um aporte extra de energia. Ela ainda ajuda a estimular o sistema nervoso central, promovendo assim a funções cognitivas e mentais saudáveis. É um aminoácido necessário para sintetizar proteínas. Assim, este é essencial para o funcionamento do nosso organismo, sendo necessário o seu fornecimento através da ingestão, pois a sua produção no organismo é insuficiente face às necessidades metabólicas. Valina é necessária para o metabolismo e a coordenação muscular.

 

O BCAA, se aliado com uma alimentação adequada e com treinos corretos, age de três formas:

Energia – Durante o treino o organismo necessita de energia. Para gerá-la, precisa de algumas substâncias e entre elas estão os aminoácidos que, se não estiverem disponíveis, são captados do músculo, ação que resulta na perda de massa magra. Portanto, o BCAA evita a captação das substâncias nos músculos, ação que acelera o processo de recuperação muscular.

Síntese protéica – O BCAA também reduz a possibilidade de lesão muscular pós-exercícios. Segundo nutricionistas, ele facilita a entrada dos aminoácidos nas células para que possam servir de “alimento” para a construção das células musculares.

Fadiga – Ter um nível baixo de BCAA no corpo e fazer exercícios prolongados pode resultar na entrada de triptofano (aminoácido essencial utilizado pelo cérebro, para produzir a serotonina, importante nos processos bioquímicos do sono e do humor) no cérebro. A ação aumenta a produção de serotonina, que é o hormônio responsável pela sensação de cansaço. Portanto, o suplemento de BCAA pode reduzir a formação da serotonina, retardando assim a fadiga e melhorando o desempenho esportivo.

 

Como um suplemento, o BCAA não apresenta resultados sozinhos. Além da prática de exercícios físicos – seja musculação ou aeróbico prolongado – a alimentação regular é fundamental. Deve-se procurar ingerir alimentos integrais, frutas, verduras e legumes.

É importante ressaltar que alguns suplementos podem prejudicar o organismo. Uma quantidade excessiva de vitamina C ingerida pela alimentação e somada também a suplementos, por exemplo, poderia sobrecarregar os rins e causar um dano não desejado à saúde.

Vale lembrar que,  assim como qualquer outro suplemento, o que faz bem para uma pessoa pode não fazer para a outra, pode agir de maneiras diferentes em cada organismo. Sempre procure seu médico ou nutricionista antes de ingerir BCAA ou outra cápsula. Ele é quem poderá avaliar se você realmente necessita desse componente, a quantidade e a forma ideal de consumo. Bons treinos!

Be Sociable, Share!

Deixe uma resposta


*